quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

É mais um começo.

Que 2009 traga não o que queremos, mas o que precisamos.
Que o nosso desejo de saber seja sincero e inocente.
Que as nossas aprendizagens ajudem quem precisa, mesmo que quem precise sejamos nós.
Que as nossas experiências não rebentem com a cozinha.
Que as flores e as ervas nos nossos parapeitos cresçam felizes ao sol e à chuva.
Que as nossas leituras sejam interessantes.
Que encontremos coisas perdidas, e que descubramos muitas coisas novas.
Que as pessoas de quem gostamos sejam felizes, e que nós possamos contribuir para isso!
Felizes entradas!!

1 comentário:

Elisabete disse...

Feliz 2009 também para as gentes que vivem perto do mar!